Warning: date() [function.date]: It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected 'America/Sao_Paulo' for 'BRT/-3.0/no DST' instead in /home/metsul/public_html/estatica/eugenio.php on line 94
Porto Alegre, 21.04.2014
 

Ele é mais conhecido como “Professor Eugenio”, mas seu nome completo é Eugenio Jaeckel Hackbart, a principal referência de credibilidade hoje na Meteorologia do Rio Grande do Sul. A história do Professor Eugenio é marcada pelo idealismo, a paixão pelas ciências naturais e o encantamento com a atmosfera.

Desde os 8 anos de idade, em 1945, antes mesmo de ser criada a OMM (Organização Mundial de Meteorologia), em 1950,  o meteorologista Eugenio Hackbart praticava a observação meteorológica, a  vivência do clima e do tempo no Rio Grande do Sul. Formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Unisinos nos cursos de História Natural e Biologia,  desenvolveu através do Ministério da Aeronáutica a sua habilitação como meteorologista, sendo credenciado pelo CREA-RS ainda em 1983.

Eugenio Hackbart é o idealizador, fundador e atual Diretor-Geral da MetSul Meteorologia, empresa que surge a partir de vinte anos de trabalho da Rede de Estações de Climatologia Urbana de São Leopoldo, um serviço de meteorologia pioneiro e inédito no Brasil, direcionado aos municípios. Seguindo uma nova concepção na utilização da Meteorologia, criou, em 1986, o projeto Clima-Ambiente de pesquisa e ensino junto a diversas prefeituras do Rio Grande do Sul e estruturou uma rede independente de estações de pesquisa, de ensino e de assessoramento à administração pública municipal, constituindo-se no primeiro serviço de meteorologia municipal no Brasil.

Igualmente de forma pioneira, em 1978, em São Leopoldo, introduziu o ensino de Meteorologia  em escolas de segundo grau, onde atuou durante trinta anos nas áreas de Biologia, Ecologia e Meteorologia. Em 1993, introduziu o ensino de Meteorologia fundamental nas escolas primárias da rede pública municipal  em São Leopoldo e em municípios do Vale do Rio dos Sinos.

Nos esportes náuticos, de forma inédita e pioneira no Brasil, desde 1990,  assessorou mediante a instalação de uma estação meteorológica móvel no local dos eventos, os campeonatos brasileiros e etapas internacionais de surf profissional em São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Atuou ainda nos festivais de balonismo em Torres, Curitiba e São Leopoldo. Participou, ademais, de etapas internacionais de natação realizadas na Lagoa dos Patos, em Tapes.

No serviço da previsão do tempo, diariamente integra a programação de dezenas de emissoras de rádio e participa ativamente da elaboração dos boletins de tempo e clima da MetSul Meteorologia que são divulgados pela Defesa Civil e remetidos para os meios de comunicação e os clientes nos setores comercial, industrial e rural.

Como associado da Sociedade Brasileira de Meteorologia participou de diversos simpósios e seminários nacionais e internacionais sobre Meteorologia. É sócio honorário da Associação dos Engenheiros e Arquitetos do Vale do Rio dos Sinos, criou, estruturou e coordenou durante seis anos a Comissão de  Meteorologia do COMITESINOS e atuou em projetos para revitalizar o Rio dos Sinos. Foi condecorado pela sua colaboração com a Defesa Civil e destacou-se ainda como Secretário Municipal do Meio Ambiente de São Leopoldo entre 1993 e 1996.

A MetSul Meteorologia, sob o comando do meteorologista Eugenio Hackbart, alia experiência e conhecimento para o benefício dos seus clientes.

Permitam que a natureza lhes fale do tempo.

Estejam sempre muito atentos para captar e identificar os sinais e os
avisos contidos nas  manifestações dos seres vivos, os verdadeiros indicadores do tempo no contexto do nosso ambiente de vida.

Muito antes dos instrumentos, dos aparelhos ou das sofisticadas máquinas eletrônicas, as plantas, os animais e o próprio homem incorporaram o conhecimento, na memória genética, do comportamento dos complexos mecanismos da atmosfera e decodificaram o "DNA" do tempo através do processo de adaptação ao longo de milhões de anos em nosso planeta.

Utilizem as informações, dados originais de fontes confiáveis, promovidas pela moderna tecnologia da eletrônica e da informática, mas sempre com espírito crítico e com discernimento, tratando-os como subsídios auxiliares e nunca definitivos na avaliação e na elaboração dos prognósticos do tempo.

Como formadores de opinião pública e como profissionais que mantêm uma intensa comunicação com a população, evitem frustrar, através de prognósticos incertos, a expectativa de lazer, o encanto de véspera dos fins de semana, de eventos ou de temporadas de praia ou serra.

Evitem orientar ou mesmo recomendar atividades, associadas ao tempo, para a população, pois as pessoas desejam conhecer as condições do tempo e não estão aguardando sugestões de atividades ou ocupações.

Como detentores do conhecimento antecipado da ocorrência de fenômenos meteorológicos severos e por vezes catastróficos, divulguem com antecedência e com clareza a dimensão e também a gravidade do fenômeno, e principalmente mantenham a população constantemente informada sobre a evolução do mesmo, sem, contudo, provocar pânico ou expectativas equivocadas.

Conduzam com criatividade, seriedade e confiabilidade a comunicação sobre o tempo no sentido de oferecer segurança, conhecimento, orientação segura, promovendo o bem estar da população.
 
desenvolvido por Virtuacomm Soluções Internet